O Bando

O Bando de Brincantes é um coletivo de arte que realiza espetáculos, livros, CDs e promove oficinas, cursos e palestras. O Bando não foi fundado ou inaugurado.  A concepção que hoje temos do Bando de Brincantes é fruto de um amadurecimento de anos, em uma trajetória na qual as diversas práticas sempre foram permeadas pela reflexão. Não houve uma concepção prévia que iniciou um trabalho, mas sim, uma trajetória de trabalho que foi delimitando uma proposta em permanente evolução, desde o ano de 2003.

O Bando de Brincantes não é um grupo na acepção tradicional utilizada pelos grupos de teatro. Diferentes brincantes participam de distintos projetos. A noção de bando é uma opção por deixar clara uma relação embasada em vínculos artísticos e éticos, em projetos específicos.

A palavra brincante, muito utilizada para designar os participantes de folguedos nacionais, foi escolhida para acentuar a característica de arte popular aliada ao estudo da ludicidade e do desenvolvimento humano encontrado em todos os trabalhos do Bando. Ao mesmo tempo, no Bando há artistas de diversas áreas e Brincante indica uma relação com o lúdico e com um acontecimento cênico, mas não necessariamente demarca uma função artística específica. Além disso, alguns profissionais atuam em inúmeras áreas artísticas ao mesmo tempo, escrevendo, compondo, interpretando, algo bastante comum nos artistas populares. Por essa razão, o termo brincante pareceu uma excelente denominação para esses profissionais.

A maioria das realizações do Bando de Brincantes é dedicada a crianças ou a profissionais que trabalham com elas. No entanto, nascido da diversidade, não existe uma ideia de que o Bando trabalhe exclusivamente com o público infantil. O certo é que a infância nos encanta e que sempre trabalharemos com arte para crianças.

A trajetória de mais de uma década doBando de Brincantes, bem como um texto teórico sobre as reflexões que permeiam esse trabalho dentre outras informações, estão disponíveis na dissertação “Bando de Brincantes: um caminho dialético no teatro para crianças”, defendida no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. O trabalho, escrito por Viviane Juguero e orientado pelo Prof. Dr. João Pedro Alcantara Gil foi aprovado com louvor. 

Dentre os principais trabalhos do Bando de Brincantes estão os espetáculos CANTO DE CRAVO E ROSA, apresentado 80 vezes em 15 cidades; JOGOS DE INVENTAR, CANTAR E DANÇAR,  apresentado 60 vezes em 16 cidades e QUAQUARELA, apresentado 98 vezes em 32 cidades, até abril de 2015. Todos os trabalhos receberam Prêmios e reconhecimento de público e crítica, os quais podem ser atestados na referida dissertação ou ao analisar o link ESPETÁCULOS desse site, no qual podem ser obtidas diferentes informações sobre os trabalhos, além de fotos e vídeos dos mesmos.

O Bando de Brincantes tem a coordenação e direção de produção da brincante Viviane Juguero, que realiza a produção executiva ao lado do brincante Éder Rosa. Os demais brincantes podem ser conhecidos nas fichas técnicas de cada trabalho.

Navegue pelo site para maiores informações.

Faça suas compras na LOJA VIRTUAL BRINCANTE.

Entre em contato AQUI.

Clique sobre as palavras em destaque e acesse os seus links.

site produzido por wwsites